Marcha das vadias – Slutwalk


Tá aí um artigo do qual discordo…mas beleza, leiam, e continuem lendo depois dele também:

Marcha das Vadias, bobagem de meninas classe média

La Paglia tem um ponto: homens normais não estupram, nem por causa do comprimento da minissaia, nem por nada

Faz alguns meses, estive com Camille Paglia, a intelectual mais pop dos anos 90.

O Paulo Francis, sobre quem falo aqui com frequência, foi o primeiro a tratar dela nos jornais brasileiros.

Foi uma relação de amor e ódio (dele) que comprei na primeira hora: intelectual de Yale, queridinha de Harold Bloom, desafiava as velhas feministas com seu vasto conhecimento clássico e pop — sob sua pena, Madonna transformou-se num arquétipo de mulher pós-feminista.

Ela é quase uma brasilianista, admiradora de, bem, Daniela Mercury, entre outras coisas. Adora curtir o bas fond, travestis, shows de transformismo, a uma distância profilática, bem entendido.

Ela disse coisas interessantes a respeito da chamada Slut Walk, ou Marcha das Vadias, como tem sido chamada por aqui.

Candidamente, lembrou que há poucas décadas as mulheres andavam nas ruas acompanhadas de seus pais e/ou irmãos como forma de se proteger contra investidas de homens que fossem achacá-las moral ou sexualmente.

E lembrou que, ainda hoje, como sempre houve, há loucos de toda a espécie à solta, atentando contra a liberdade não só das mulheres, como também dos homossexuais, travestis e etc. Esse é o Brasil.

Donde se depreende que essas marchas de moças incautas ignoram a natureza selvagem do sexo. São ingênuas, inócuas.

Vamos à própria Camille, em texto para a imprensa britânica, em 2011:

“Prostitutas, strippers, pornografia, estes são os meus ideais da Babilônia. Em livros como Vamps & Tramps, lutei pró-feminismo contra os hipócritas e filisteus do Establishment feminista.

A rápida expansão global de Slutwalk demonstra a energia e as aspirações das jovens feministas. Mas sua mensagem confusa é um sintoma do caos sexual e anomia da burguesia ocidental.

Não chame a si mesmo de vagabunda, a menos que você esteja preparada para viver e defender-se como uma. Meu credo é um feminismo alerta, cauteloso, militante, o duro código de sobrevivência de prostitutas e drag queens.

O sexo é uma força da natureza, e não apenas uma construção social. (…) Meninas superprotegidas de classe média  têm uma visão perigosamente ingênua do mundo. Elas não conseguem ver a animalidade e primitivismo do sexo, historicamente controlada pelas tradições da religião e da moralidade, agora firmemente dissolvendo-se no Ocidente. A revolução sexual vencida pela minha geração anos 1960 é uma faca de dois gumes.”

A Slut Walk vem aí, segue abaixo calendário no Brasil. Vai ter até em Araraquara.

Araraquara, SP 19 de maio de 2012 Local e hora: Teatro Municipal de Araraquara, 22h Grupo no Facebook

Brasília, DF 26 de maio de 2012 Local e hora: concentração no CONIC, 13h (próximo à Rodoviária do Plano Piloto) Comunidade no Facebook Siga pelo Twitter

Belém, PA 27 de maio de 2012 Local e hora: Estação das Docas, 9h Evento no Facebook Fan-page no Facebook

Belo Horizonte, MG 26 de maio de 2012 Local e hora: Concentração na Praça Rio Branco (praça da Rodoviária), a partir das 13h. Fan-page no Facebook EventoTwitter: @slutwalkbh Blog

Campinas, SP 1o de março de 2012 Fotos no Facebook

Campo Grande, MS 10 de março de 2012 – Próxima Marcha 26 de maio de 2012 Local e hora: a confirmar Veja fotos da primeira Marcha de 2012 Mais fotos aqui

Criciuma, PR 26 de maio de 2012 Local e hora: Praça Nereu Ramos (em frente a Casa de Cultura), 10h Evento no Facebook

Curitiba, PR – Ato Vadio 26 de maio de 2012 Local e hora: Reitoria da UFPR, das 18h às 22h Evento no Facebook – Marcha das Vadias 14 de julho de 2010 Local e hora: a confirmar Comunidade no Facebook Veja fotos da Marcha das Vadias Curitiba 2011

Florianópolis, SC Dia 26 de maio Local e hora: Concentração na Catedral (centro da cidade), a partir das 10h. Evento no Facebook

Guarulhos, SP Data a confirmar (junho) Local e hora: a confirmar Grupo no Facebook

Natal, RN 26 de maio de 2012 Local e hora: Feira do Alecrim, 10h Twitter da Slutwalk Natal Página no Facebook Macapá, AP 2 de junho de 2012 Local e hora: Praça Floriano Peixoto, 15h Evento no Facebook

Salvador, BA 26 de maio de 2012 Local e hora: Praça da Piedade, às 13h30Evento no Facebook

São Carlos, SP 26 de maio de 2o12 Local e hora: Praça Santa Cruz, 9hComunidade no Facebook

São José dos Campos, SP 26 de maio de 2012 Local e hora: Praça Afonso Pena, 10h Fan-page no Facebook Blog

São Paulo, SP 26 de maio de 2012 Local e hora: Praça do Cicllista, 13h Grupo no Facebook

Pelotas, RS 8 de março de 2012 Fotos aqui

Porto Alegre, RS 26 de maio de 2012 Local e hora: Arcos da Redenção, 14hEvento no Facebook Grupo no Facebook

Recife, PE 26 de maio de 2012 Local e hora: Praça do Derby, 14h Evento no Facebook

Rio de Janeiro, RJ 26 de maio de 2012 Concentração no Posto 4 da Av. Atlântica, a partir de 13h Evento no Facebook Veja fotos da Marcha das Vadias em 2011

Vitória, ES 26 de maio de 2012 Local e hora: UFES, 14h Evento no Facebook

Aí vem os comentários da galera que leu:

A questão que a Camille deixou passar, na época, é que: não importa que roupa você esteja vestindo, se você é mulher, você será tratada como objeto na rua, ouvirá cantadas, desrespeito. Inclusive se você vem de classes mais privilegiadas. Não podemos usar a natureza “primitiva” do sexo para justificar coisas como assédio nas ruas (e estupro) como se os homens não pudessem se controlar, graças a seu lado “animal”. Eles podem se controlar. Devem se controlar. Não se trata de ingenuidade, mas de reivindicar o direito de andar na rua em paz. O direito ao espaço público é diferente para homens e mulheres, não acha?

Daria para entender se a reivindicação fosse o direito de poder usar roupas curtas ou até de não usar roupas. Ou se fosse uma marcha contra os estupradores.

Mas aí não faria sentido porque, na prática, esse é um direito assegurado pela constituição a mulheres e homens igualmente.

E aos estupradores o Código Penal já reserva tratamento específico.

Parece um pouco confuso que a reivindicação seja não sobre obter um direito, mas contra o direito de expressão de outrem — mesmo que seja a expressão da vulgaridade e do mau gosto.

Além de confuso, há embutida aí também uma tentação totalitária, muito comum nas marchas. A tentação de achar que se deve regular o que as pessoas podem ou não pensar e falar.

Ah! E esqueci do principal, rs. Vadia não é sinônimo de prostituta. Toda mulher – inclusive as privilegiadas de classe alta – já foram chamadas de vadias – ou termo equivalente – para desqualificá-las. É um termo que está sempre à espreita, não importa o que você faça. Como disse uma amiga: “a imensa maioria das mulheres já foi ofendida com um termo sexista pra desqualificar em função de sua sexualidade.” As mulheres da Marcha das Vadias não estão se apropriando de uma realidade que não é delas, mas de um termo que já é usado para desqualificá-las diariamente.

 —
Se algum dia ela for violentada e o kra usar as roupas dela como desculpa ela talvez entenda o porque da marcha. Homens normais não estupram e o que isso tem a ver com a questão?? Intelectual é?? tem que ver isso aih, parece mais uma mulher frustrada, desse tipo que gosta de ser do contra só pra chamar atenção dos outros. Patético.

E aqui uma mensagem que vi no Facebook, e comentários respectivos:

Piada!

Tive a infelicidade de acompanhar o ano anterior. Marcha das Vadias para atrair a mídia, para a auto-promoção de “blogueiras, jornalistas, intelectuais e baderneiras” que se valem da sociedade machista para alcançar uma posição social de destaque. Marcha das Vadias promove vulgaridade e justifica unica e exclusivamente seus interesses, como um sindicato pelego.

Mulheres não são estupradas por mini saias, saltos agulha ou calcinhas fio dental. São estupradas por criminosos, porque não há segurança, não há iluminação pública, não há porte de armas!

Não me lembro de metade dos participantes das Vadias ou Marchas da Maconha Brasil a fora questionando Belo Monte. O Brasil tem problemas mais sérios. Não acho que façamos diferença, mas podemos no mínimo fingirmos altruísmo.

Acho que, ainda que com questões que merecem discussão, a proposta de chamar atenção para a vulnerabilidade da mulher e a misoginia iminente da sociedade é válida. O Manifesto Vivo pode ser muito útil para dar voz a quem foi vítima de violência machista, isto é fato. Agora misturar as reivindicações da sociedade num balaio de gato sem lógica é um tanto problemático. Todas estas reivindicações são absolutamente pertinentes, sem que uma questão se sobreponha a outra em importância.

Categorias: News and politics | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Kate Gale: A Mind Never Dormant

The life of a writer/editor

Biblioteca Florestan

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP

Photography Art Plus

Photography, Animals, Flowers, Nature, Sky

Logical Quotes

Logical and Inspirational quotes

Violet's Veg*n e-Comics

Virtual Vegan Comics for Children

Cafe Book Bean

Talk Books. Drink Coffee.

marioprata.net

Site oficial do escritor Mario Prata

Sabiscuit's Catalog

I can't eat biscuits, but I have a better idea ...

Eric Schlehlein, Author/Freelance writer

(re)Living History, with occasional attempts at humor and the rare pot-luck subject. Sorry, it's BYOB. All I have is Hamm's.

Through Open Lens

Home of Lukas Kondraciuk Photography

OldPlaidCamper

The adventures of an almost outdoorsman...

PROVERBIA

"Crítica Social, Lírica y Narrativa"

The top 10 of Anything and Everything!!!

The top 10 of just about anything everything, from cakes to cats and dogs to caravans. Always a laugh, always worth seeing.

Authors, Artists, Geeks, Husbands

DaniellaJoe's Blog

crochet is my favorite fiber art and my goal is to become a real artist...

Blog do Kaizen: Seu espaço de saúde e bem estar

Opinião Central

Opinião Central - seu Blog de Arte, Filosofia e Cultura Pop

Espaço Pura Luz

Portal de Conhecimento

Canal Meditação

Ensinamentos sobre meditação e espiritualidade.

Espaço Virya

Atividades físicas e psicofísicas

Matheus de Souza

Escritor, Empreendedor e Growth Hacker

CorpoInConsciência

consciência corporal corpo inconsciência integração equilíbrio resistência alongamento respiração alimentação consciência

ICI & LA NATURE PICTURES

Walk and Bike in France. www.icietlanature.com

For the pleasure of Govinda

Art and craft for the soul

In punta di piedi

Entra in punta di piedi e spia nel buco della serratura

Daily Rock Report

Because you like it hard and Loud.

Pa-Kua Minas Gerais

Escola destinada ao ensino de práticas orientais

Ambiente Consultoria

Consultor em feng shui

In the Dark

A blog about the Universe, and all that surrounds it

Humor de Mulher!

Um pouco do que gosto, sinto e penso!

Candilejas

Fotoblogueando desde Panamá

Attenti al Lupo

www.attentiallupo2012.com

Lusty Writer

Explore the fun side of the world.

Katzenworld

Welcome to the world of cats!

We. See Hope

'Expect With Confidence. Never Give Up Hope. It's Just The Beginning'

Aurora

...porque me falta espaço!

Devine Decorating Results for Your Interior

Interior design ideas, tips & tricks, plus before & after images

La Audacia de Aquiles

"El Mundo Visible es Sólo un Pretexto" / "The Visible World is Just a Pretext".-

Daily (w)rite

A DAILY RITUAL OF WRITING

Spirituality Exploration Today

Delving into the cross roads of rationality and intuition

Não Sou Exposição

Questionamentos sobre imagem corporal, amor próprio, saúde e comida.

%d blogueiros gostam disto: