Golpe na Universidade de Brasília e visão geral das greves


O texto abaixo veio do literatortura.com:

 

POST EDITADO: 24/08/2012 

gustavo magnani,

Os ministérios da Educação e do Planejamento emitiram nesta sexta-feira um comunicado reafirmando que não haverá reabertura de negociações com os professores das universidadesfederais em greve há cem dias. As pastas destacaram que um acordo já foi assinado com Federação de Sindicatos de Professores de Instituições Federais de Ensino Superior (Proifes) no início do mês. No entanto, outras entidades sindicais alegam que a Proifes representa a minoria dos docentes, o que invalidaria o acordo. 

Na quinta-feira, a presidente do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes), Marinalva de Oliveira, protocolou em Brasília uma contraproposta à oferta feita pelo governo. No documento, a categoria abre mão do aumento salarial, acatando o piso de 2.000 reais apresentados pelo governo federal, ficando 500 reais abaixo do valor pedido pelos professores. Em troca, pede a reestruturação da carreira docente. O Andes pede que, a cada degrau de progressão, os professores recebem aumento salarial de 4% – antes, o percentual desejado era 5%.

Apesar da contraproposta, o governo considera as negociações encerradas desde que assinou o acordo com o Proifes. “As entidades sindicais que não assinaram o acordo podem fazê-lo a qualquer momento. Entretanto, o orçamento do Ministério da Educação já foi encaminhado ao Ministério do Planejamento com a proposta negociada e está em processamento. Não há possibilidade de reabertura de negociações ou de análise de qualquer outra contraproposta que altere o acordo já assinado”, diz o governo no comunicado desta sexta-feira. [RETIRADO REVISTA VEJA]

Ou seja, o governo continua com sua postura arrogante e intransponível. O orçamento se fechará no dia 31 de agosto, provavelmente, um pouco depois da data, farei outro post acerca do assunto.

**** FIM DO POST EDITADO ****

Por João Victor, 

Bem, mantendo a “cobertura” que o Gustavo tem feito pro literatortura sobre greve, hoje eu trago um pouquinho sobre o caso que aconteceu na UNB e uma visão sucinta sobre as greves no geral. Para mais informações, os posts sobre a greve estarão linkados no final da matéria:

Na sexta-feira passada, foi encerrada a greve dos professores na Universidade de Brasília. Foi a primeira universidade filiada ao Andes-SN. A midia já se encarregou de divulgar a informação, de forma tendenciosa, como tem sido o costume nessa greve. Isso porque a história é bem mais complicada do que os jornais têm mostrado.

Creio que o modo como a greve foi encerrada e o que se tem dito a respeito são pontos a serem esclarecidos, afinal não afetaria apenas a UnB, mas o próprio movimento nacional de greve dos professores. É só pensar no impacto que pode ter uma universidade filiada ao Andes encerrar a greve após a declaração, por parte do Ministério do Planejamento, de que as negociações foram encerradas e não serão reabertas.

Estava marcada, para o dia 17/8 (sexta-feira), uma assembleia extraordinária, convocada pelo Comando de Greve, tendo como pauta única o adiamento das eleições para reitor da UnB, que acontecerão nos dias 22 e 23 de agosto. No entanto, a AdunB (Associação dos Docentes da Universidade de Brasília) propôs, na última hora, que fosse incluída na pauta a discussão sobre o andamento da greve. Foi feita uma votação e o fim da greve foi declarado, por 130 votos a 115. O comunicado foi imediato: as aulas retornariam normalmente na segunda, dia 20, e haveria uma reunião para decidir o novo calendário acadêmico.

Em primeiro lugar, acho importante frisar que não considero ilegítima a votação. Havia o quórum mínimo na assembleia e a pauta do fim da greve foi incluída de modo regular, com respeito ao estatuto da UnB. Não é essa a questão, embora haja quem pense que é – e, nesse caso, reafirmo que esse é apenas meu modo de ver as coisas.

O problema é o seguinte: já havia uma assembleia marcada para decidir sobre o andamento da greve. Essa assembleia deveria se dar na terça-feira, dia 21. A AdUnB passou por cima dela, que, inclusive, já foi cancelada. Por quê? Simples: a votação da sexta-feira foi uma manobra, um golpe com a clara intenção de encerrar a greve. Fala-se, inclusive, em articulação, pela diretoria da AdunB, para divulgar a pauta adicional apenas para àqueles contrários à greve.

Muito bem. Uma assembleia extraordinária na qual é incluída uma pauta que não estava prevista. Em seguida, a AdunB cancela a assembleia que decidiria sobre o andamento da greve e declara: fim da greve, galera, vamos estudar. Legítimo? Legalmente, penso que sim. Politicamente, não. Uma jogada desleal, um golpe que não permitiu decisões democráticas. Inúmeros professores que não compareceram à assembleia estariam lá se soubessem da discussão a respeito da greve.

O golpe gerou indignação extrema por parte do Comando de Greve Local e de vários professores. Na manhã do dia 20, foi feita uma reunião e uma manifestação de repúdio à decisão. A assembleia da última sexta-feira foi declarada politicamente ilegítima. Um abaixo-assinado foi realizado e uma assembleia foi convocada para essa sexta-feira, onde será decidido se a decisão do fim da greve é mantida ou não. Ao mesmo tempo, os estudantes se articularam e decidiram manter a greve estudantil, que já havia sido iniciada desde junho, em apoio aos professores, além de ter pauta própria (reivindicações pela melhoria da educação no país e da assistência estudantil).

Esse episódio é lamentável. O movimento nacional dos professores é desestabilizado e a luta da categoria enfraquecida, além de permitir que a informação do que realmente aconteceu seja deturpada e usada para causar ainda mais problemas ao movimento. Três meses de greve e, do nada, uma universidade volta às aulas desse modo. É ridículo. Honestamente. Os professores têm consciência de que esses meses não podem ser jogados no lixo, ainda mais do modo como a AdunB tentou fazer. Não se trata de manter a greve sem motivos. Sim, o governo fechará o orçamento no fim de agosto. No entanto, é absurdo que o movimento seja encerrado desse modo, ainda mais depois do descaso demonstrado nos últimos meses.

Sinceramente, sou bem menos, digamos, passional, nesse quesito. Reconheço a importância da greve, ainda mais a dos professores; mas tento olhar a conjuntura também. Parece que todo o país está em greve. Inúmeras categorias paralisaram ao mesmo tempo suas atividades, e é simplesmente impossível que as reivindicações de todas sejam atendidas. A crise econômica é mundial e o governo, afinal de contas, deve olhar por esse ângulo também.

Mas não sou ingênuo para acreditar que eles não atenderam aos professores por não poderem fazê-lo, e apenas por isso. A educação vem sendo vilipendiada nesse país há muito tempo. O descaso com a classe dos professores é grotesco. A mera atitude do governo, de não dar ouvidos ao que os professores tinham a dizer, simplesmente ignorando os pedidos e dando golpes que fazem parecer brincadeira de criança esse da AdunB. A mobilização é válida e não deve perder sua força. Por isso, a UnB, professores e estudantes, se mobilizou e continua se mobilizando para dizer que a greve continua.

Enquanto isso, a greve foi encerrada também em outras universidades federais. São elas: UFRGS (Rio Grande do Sul), UFCSPA (Universidade de Ciências da Saúde de Porto Alegre), Ufscar (São Paulo – no campus de Guarulhos), UFSC (Santa Catarina). Seria ótimo se quem tivesse mais informações sobre essas localidades, comentassem como e quais foram as razões para o encerramento da greve. Provavelmente, tenha sido pela aceitação da proposta do governo por parte do PROIFES [sindicado que nem desejava o início da greve, como disse o Gustavo no último post sobre o assunto]. Como já ficou claro, a mídia não é confiável para nos fornecer informações sobre, por isso, é interessante visitar o site dos sindicatos e, como temos tentado fazer aqui, trazer o maior número de informações contundentes da melhor maneira possível. Vamos aproveitar a diversidade de universitários, vindos das mais variadas universidades do país, para nos informarmos e enriquecermos a discussão.

Como já dito, comentem sobre as situações locais e registrem a opinião de vocês acerca das greves. Além disso, compartilhem/curtam pra divulgarmos o que realmente está acontecendo nas universidades. Enfim, você também pode votar no literatortura para TOPBLOG2012. Obrigado :]

Governo tenta “Golpe” contra Professores e a Greve Continua!

Governo oferece 45% de aumento para os professores em greve. Será mesmo?!

Vote no literatortura para TOPBLOG 2012: Mais informações clique aqui.

Anúncios
Categorias: Notícias e política | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

BaileyBee

The Hive

Chairybomb

Honest Furniture Reviews

ricardo barros elt

Thinking and Living English

Creative ELT

by Eduardo de Freitas

BA -VISUAL LESSON PLANS

for English teachers.

viralelt.wordpress.com/

Viral Videos for Higher Level ELT | Ian James | @ij64

Progressive Transit

For better communities and a higher standard of living...

Josh, Naked

A mental birthday suit

colossalvitality

Just another WordPress.com site

91 Keys

The most distilled possible form of liberation.

sindhuspace

Claiming the better half for women in a Man's World

Cybele's Haus of Digital Pain

kismetly crestfallen

Amanda Ricks

Severely Magical Things, Surprisingly Wise Quotes, Social Media Marketing delights, Surprising Lives, and a bit of Life Stuff too.

CamiNique

Blog literário

Logical Quotes

Logical and Inspirational quotes

wolf4915

Writing, Photography, Digital Art, Painting + News!

Le Blog BlookUp

Imprimez et transformez vos contenus digitaux, blogs et réseaux sociaux, en magnifiques livres papier !

MakeItUltra™

Motivate | Inspire | Uplift

Jornal Acorda Getúlio

Os alunos fazem a escola

Kate Gale: A Mind Never Dormant

The life of a writer/editor

Biblioteca Florestan

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP

Photography Art Plus

Photography, Animals, Flowers, Nature, Sky

Logical Quotes

Logical and Inspirational quotes

Violet's Veg*n e-Comics

Virtual Vegan Comics for Children

Cafe Book Bean

Talk Books. Drink Coffee.

marioprata.net

Site oficial do escritor Mario Prata

Eric Schlehlein, Author

(re)Living History, with occasional attempts at humor and the rare pot-luck subject. Sorry, it's BYOB. All I have is Hamm's.

Through Open Lens

Home of Lukas Kondraciuk Photography

OldPlaidCamper

The adventures of an almost outdoorsman...

PROVERBIA

"Crítica Social, Lírica y Narrativa"

Top 10 of Anything and Everything!!!

Animals, Gift Ideas, Travel, Books, Recycling Ideas and Many, Many More

gaygeeks.wordpress.com/

Authors, Artists, Geeks, Husbands

DaniellaJoe's Blog

crochet is my favorite fiber art and my goal is to become a real artist...

espacokaizen.wordpress.com/

Blog do Kaizen: Seu espaço de saúde e bem estar

Opinião Central

Opinião Central - seu Blog de Arte, Filosofia e Cultura Pop

Ramona Luz Yoga

Portal de Conhecimento

Canal Meditação

Ensinamentos sobre meditação e espiritualidade.

%d blogueiros gostam disto: